Você precisa conhecer as 6 fases da atividade física

agosto / 2019 Saúde

Do mesmo modo que é necessário saber quantos minutos são indicados para ter uma saúde ativa, entender as fases da atividade física pode fazer toda a diferença na hora de definir metas reais para seu corpo sem se frustrar e nem desistir, além de poder mensurar e potencializar os seus resultados! 

As 6 fases da atividade física prometem ser o guia para a rotina de exercícios! Vamos conhecer? 

As Fases da Atividade Física

As fases da atividade física são divididas em duas etapas e cada uma delas tem 3 fases. É importante enfatizar que intensidade dos efeitos de cada fase vai depender de alguns fatores, como:

– Que tipo de atividade física você já realizou?
– Quanto tempo está parado?
– Qual é sua faixa etária?
– Quais exercícios está praticando?

Vamos conferir quais são as fases da atividade física?

Primeira etapa: Construção 

1º mês – O corpo inicia sua adaptação na atividade física. É comum o cansaço rápido, a sensação de que não vai conseguir, mas não desista! Lembre-se da teoria dos 21 dias, que, segundo os neurologistas, nosso cérebro demora 21 dias para se adaptar ao um novo hábito ou rotina. Claro, devemos considerar que cada pessoa é única, tendo seu próprio tempo, de modo que esses 21 dias podem se estender ou diminuir.  

2º mês – O corpo começa ganhar resistência, força muscular e flexibilidade. Possibilitando assim maior disposição e desenvolvimento na atividade física. 

3º mês – O corpo libera mais endorfina e o metabolismo acelera, promovendo maior adaptação ao esforço, relaxamento, bem-estar da mente, diminuição da ansiedade, prevenindo também a depressão. Outro efeito positivo é o aumento da força óssea. 

Segunda etapa: Desenvolvimento 

4º mês – A queima de gordura aumenta. Vamos entender por quê? Quando iniciamos uma atividade física, nosso corpo começa a usar primeiro a glicose, já que ela está dentro do músculo e também disponível mais facilmente na corrente sanguínea do que a gordura, que precisa ser “quebrada”. Com o tempo o corpo se “acostuma” e passa a usar tanto a glicose, quanto a gordura.

Além disso, quanto maior a regularidade com a atividade física, o corpo “entende” que sempre vai necessitar de energia para enfrentar tal atividade, melhorando o processo de utilização de gordura como combustível. 

5º mês – O risco de desistência da atividade física diminui. Além de nosso corpo estar adaptado com a rotina de exercícios, se ficar parado, vai sentir falta dos benefícios da atividades física, como:

– o aumento da disposição e da autoestima;
– a diminuição do estresse e cansaço;
– o fortalecimento do sistema imunológico;
– a melhora da força e resistência muscular;
– o fortalecimento dos ossos e articulações,
– a diminuição das dores. 

6º mês – Os músculos aumentam de tamanho. A hipertrofia é uma parte do processo de fortalecimento muscular que acontece no corpo. Este processo não só aumenta o tamanho do músculo, mas também a sua força e capacidade de suportar cargas maiores, além de proteger contra a dor e os danos causados pelo treino anterior.

Portanto, entender as 6 fases da atividade física é planejar um cronograma de exercícios tendo em mente que vai ser preciso ter paciência, mas que os resultados vão chegar! E o mais importante é que as chances de você desistir ou se frustrar vão ser menores.  

Siga nossas redes sociais e fique por dentro de dicas para manter sua saúde em dia!

Facebook: www.facebook.com/StudioIntegradoMormaiiFitness

Instagram: www.instagram.com/studiomormaiifitness

Fonte: Programa Bem Estar. 

 

 

VEJA TAMBÉM

Homens brasileiros vivem menos que os do resto do mundo

novembro / 2019 Exercícios Físicos

Ler mais

Câncer de Mama: Exercícios físicos na Prevenção e Tratamento

outubro / 2019 Exercícios Físicos

Ler mais

Saiba como superar a insegurança na hora de se exercitar  

setembro / 2019 Exercícios Físicos

Ler mais